Publicidade

Omolde > Notícias > Maquinser dá a conhecer soluções para fabrico aditivo

Conferências, Seminários & Workshops

Maquinser dá a conhecer soluções para fabrico aditivo

24 Fevereiro 2021

‘Fabrico Aditivo na Indústria de Moldes’ foi o tema de um webinar que, organizado pela CEFAMOL, decorreu no dia 23 fevereiro, dinamizado pela empresa Maquinser, em conjunto com a HP e a DyeMansion. As três empresas fornecem um serviço integrado na área do fabrico aditivo e soluções de acabamento e tratamento de superfícies.


Numa sessão contou com a presença ‘virtual’ de cerca de 80 profissionais do sector, Inácio Sousa, Bruno Romero e Lorenzo Raschi, apresentaram, respetivamente, algumas das soluções que as empresas que representam disponibilizam para o mercado, sobretudo na área dos moldes e plásticos.


Classificando o fabrico aditivo como uma tecnologia inovadora na forma como proporciona novos processos de desenvolvimento e de fabrico, Inácio Sousa explicou que a Maquinser, com mais de três décadas de atividade, está presente em Portugal desde 2014, tendo também bases na Península Ibérica. É a partir delas que desenvolve e fornece as suas soluções, no que diz respeito a impressão para metais, plásticos ou numa vertente híbrida.


No seu entender, estas tecnologias têm uma aplicabilidade cada vez maior, e com mais vantagens na indústria de moldes e plásticos. E de forma a melhorar a performance, os equipamentos estão em constante desenvolvimento, procurando ampliar o conjunto de vantagens aos seus clientes. Falou de forma mais pormenorizada na sinterização a laser, sublinhando que permite a conceção e fabrico de acessórios que são já bastante utilizados na produção de moldes, por se tratar de estruturas de características que asseguram enormes benefícios, entre as quais o peso.


O fabrico aditivo, disse ainda, apresenta no seu conjunto – seja de metais ou plásticos – um conjunto de vantagens. Estas centram-se, sobretudo, na rapidez de fabrico e redução de desperdícios, contribuindo para uma indústria mais amiga do ambiente. A HP é, neste processo, um parceiro privilegiado da Maquinser, sendo uma empresa especializada no fabrico aditivo com polímeros.


Foi a partir de Barcelona, onde a empresa tem um centro de excelência desde 2019, que Bruno Romero fez a apresentação da gama de três máquinas que permitem responder a três diferentes solicitações no que diz respeito a impressão 3D de polímeros, desde pequenas produções, protótipos e até produções de larga escala. O portefólio que a empresa disponibiliza no que diz respeito a polímeros, abrange uma gama enorme, de vários tipos e de diferentes características. Esta tecnologia tem, também, a possibilidade de produzir peças híbridas, salientou. E a qualidade, assegurou, é muito idêntica às peças produzidas pelos processos de injeção.


Em relação a principais vantagens desta tecnologia, enumerou a poupança de tempo que se traduz numa mais valia económica, mas também uma melhor funcionalidade, a possibilidade de customização de produtos à medida do cliente e a sustentabilidade. Estas soluções, enfatizou, têm vindo a evoluir muito rapidamente e têm sido adotadas com sucesso, sobretudo entre os transformadores de plásticos.


Já Lorenzo Raschi apresentou as soluções da DyeMansion, uma start-up criada em 2015, e dedicada às tecnologias de acabamento e tratamento de superfícies. Estes são seu entender, processos imprescindíveis e complementares da impressão 3D, uma vez que as peças aí produzidas carecem sempre de tratamento final.


As máquinas que esta empresa fornece asseguram esses acabamentos, com processos que evitam o contacto da peça com os operadores, assegurando maior qualidade do trabalho. “Esta fase é muito importante para se chegar a resultados perfeitos, respondendo às necessidades dos clientes”, afirmou, sublinhando que, para além de ganhos em qualidade, o processo garante ainda ganhos de tempo.


Esta sessão gerou grande curiosidade entre os profissionais do sector que assistiam e que, no final das apresentações, esclareceram com os oradores várias dúvidas e questões.